Programa Gaúcho para qualidade e valorização da erva-mate foi tema de palestra na 8ª Festa do Pinhão

Publicado em: 20 de Abriu de 2018

Sendo uma das primeiras programações da 8ª Festa do Pinhão e 7ª Expofeira, a Emater de Fontoura Xavier promoveu na tarde de sexta-feira, 20/04, uma palestra com o tema “qualidade e comercialização da Erva-mate”. A palestra foi ministrada pelo Assistente Técnico Regional de Passo Fundo, Ilvandro Barreto.
Na ocasião estiveram presentes produtores rurais de erva-mate de Fontoura Xavier. O palestrante explicou aos presentes que é necessário cuidados específicos no momento do cultivo para que se desenvolva um produto de qualidade. O tema principal foi o Programa Gaúcho para qualidade e valorização da erva-mate. Programa este que foi solicitado pelo Governo do Estado em 2016 através da secretaria de Desenvolvimento Rural e de Agricultura para que a Emater elaborasse um programa para a cadeia produtiva da erva-mate. “Estamos passando em todos os polos ervateiros para que todos entrem neste programa, explicando como será efetuado este programa”, frisou.
 Ele ainda explica que o Programa consiste numa série de ações que envolvem desde a seleção de matrizes para a produção de mudas, resgate e multiplicação genética das árvores nativas de erva, numa ideia de manutenção desta genética, para o uso ao longo do tempo, além de envolver cursos de boas práticas agrícolas para os produtores, observando a melhor forma de produzir e atender os requisitos para se ter uma matéria prima de qualidade. Isso tudo sendo desenvolvidos juntamente com os produtores e também com as Indústrias.
“Com a união destas ações, irá influenciar diretamente no consumidor. No dia 24/04 se comemora o dia do chimarrão e do Churrasco, afinal de contas a erva-mate é a árvore símbolo do Rio Grande do Sul  e o chimarrão é a bebida oficial dos gaúchos. Por isso é de suma importância conversarmos sobre este assunto”, completou. 
Na oportunidade o palestrante também citou sobre o mercado da erva-mate, a qual teve historicamente no passado recente e realizando uma projeção futura de preços para a cultura da erva-mate.
De acordo com a Extensionista de bem-estar social, Cláudia Menezes de Machado informações importantes foram repassadas para o desenvolvimento da cultura. “A palestra foi pensada devido ao grande número de produtores de erva-mate presente no município, que chegam a 115 e com certeza foi de grande relevância a todos eles”, disse.
 

Autor:

Escrito por: Clicnews

Compartilhe: