Prefeitos da região de Passo Fundo propõe que hospitais não recebam mais pacientes de outros locais do Estado

Publicado em: 29 de julho de 2020

Os prefeitos que compõem a região de Passo Fundo estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (28) para buscar uma alternativa ao sistema de bandeiras regionais imposto pelo governo estadual. Conforme informou o prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, os prefeitos da região decidiram encaminhar um documento ao Governo do Estado. Eles querem que os leitos de UTIs ou clínicos da nossa região sejam reservados a pacientes daqui e que o Estado passe a adotar bandeira única para todo o Rio Grande do Sul.

Em entrevista na Uirapuru, o prefeito Luciano Azevedo explicou que o pedido para que pacientes de outras regiões não sejam enviados para Passo Fundo foi motivado porque, se não, a região nunca sairá da bandeira vermelha. Um dos fatores decisivos para a definição da bandeira é o número de internações, que sempre está alto em Passo Fundo por ser um polo em saúde. Hoje o Estado pode enviar pra cá um paciente de Porto Alegre ou da fronteira, por exemplo. O prefeito frisou que há o caráter humanitário de socorro, mas Passo Fundo está pagando a conta por ter estrutura e a cobrança chega com a bandeira vermelha, atingindo os municípios regionais.

Para Azevedo, as outras regiões devem investir também em leitos e sistema de saúde, como Passo Fundo fez emergencialmente. Ao assumir somente pacientes regionais, a cidade está também garantindo capacidade de atendimento para todos os municípios vizinhos. O prefeito também explicou que a sugestão é de uma bandeira única estadual porque o fato de uma cidade estar em bandeira vermelha e outra, 14 km próxima, em laranja, não condiz com uma realidade do perigo das contaminações.

O prefeito Luciano finalizou dizendo que o sistema de bandeiras teve sua utilidade, mas agora é hora de uma saída para o retorno das atividades com segurança e responsabilidade, algo que este modelo já não oferece.

Escrito por: Rádio Uirapuru

-->

Compartilhe: