Governador recua e IPVA 2020 poderá ser parcelado

Lauro Alves / Agencia RBS

Publicado em: 5 de novembro de 2019

O governador do Estado, Eduardo Leite, voltou atrás quanto ao calendário de pagamento do IPVA 2020 e, com isso, o contribuinte poderá optar por quitar o imposto de forma parcelada, mantendo o mesmo formato aplicado pela Secretaria da Fazenda em 2019. A informação foi comunicada em reunião com deputados da base aliada na manhã desta terça-feira no Palácio Piratini. Conforme relatos de participantes, os aliados chegaram no local do encontro demonstrando insatisfação com as medidas do governo que haviam sido anunciadas sem comunicação prévia à base.

— Houve uma manifestação da base parlamentar, o governo reconhece e vai fazer a revisão — afirmou o líder do governo na Assembleia, deputado Frederico Antunes (PP-RS), logo após a conversa de Leite com os parlamentares da base.

Pesou para a decisão a repercussão negativa entre diferentes setores, desde o comércio até os contribuintes, incluindo o descontentamento de partidos aliados por não terem sido consultados sobre a definição sobre o pagamento em cota única, que havia sido anunciada ontem pelo secretário da Fazenda, Marco Aurélio Cardoso.

O líder da bancada do MDB na Assembleia Legislativa, deputado Fábio Branco, chegou a dizer nesta segunda-feira (4) que o término do parcelamento do IPVA revelava “total falta de conexão do governo com a realidade das finanças do povo gaúcho”.  Ex líder do governo Sartori na Assembleia, o deputado Gabriel Souza (MDB) também havia engrossado o coro das críticas e chegou a dizer que o não parcelamento impactaria no aumento da inadimplência. “O tiro pode sair pela culatra”, escreveu no Twitter.

 

Escrito por: Gaúcha ZH

-->

Compartilhe: